Descrição

Os meandros do Paiva, ou melhor, falsos meandros do Paiva, caraterizam-se por quatro grandes curvas sinuosas que o rio Paiva faz na região de Janarde. Ao contrário dos verdadeiros meandros originados pela dinâmica fluvial, estes têm origem na diferenciação litológica aqui existente, passando o rio pelas rochas mais macias e fáceis de erodir, e contornando as rochas mais duras como os quartzitos. Este fenómeno, frequente no rio Paiva, pode também ser consequência da existência de falhas e fraturas na rocha para o estabelecimento do leito do rio. O resultado é um vale muito sinuoso ladeando promontórios que formam pequenas penínsulas à beira do Paiva. Para observar bem os meandros, convém subirmos ao alto de Janarde, e assim contemplar a paisagem ímpar desenhada pelas rochas e pelo rio nestas paragens.

Fritilária-dos-lameiros
Rio Paiva
Falsos meandros
Livrarias
Pinguícola

Património Cultural

A aldeia de Janarde localiza-se na margem esquerda do Paiva, aproveitando um dos terraços do Paiva para se desenvolver. As casas em xisto, as ruas aprimoradas, a capela branca com telhado de ardósia e a beleza desta região fazem de Janarde uma das mais belas aldeias do rio Paiva.

Livrarias

Património Natural

Nas encostas junto ao Paiva, uma interessante formação arbustiva de medronheiro domina a paisagem, crescendo naturalmente nas encostas inclinadas que ladeiam o rio. Nas águas do Paiva, a truta corre célere, e o mexilhão-de-rio, simbionte obrigatório da truta no seu estádio mais jovem, aproveita as cascalheiras de água rápida para se instalar. Pelo contrário, a ninfa da macrómia instala-se no leito dos remansos do rio com raízes de amieiro onde permanece por vários anos, antes de emergir como libélula adulta. Nas escorrências e pequenas linhas de água que descem vertiginosamente pelas fragas abaixo podem-se observar algumas plantas carnívoras como a orvalhinha e a pinguícola. Nos afloramentos rochosos, a maceróvia-pedunculada encontra aqui o seu limite norte de distribuição. Já a borboleta fritilária-dos-lameiros pode ser vista nos arrelvados que crescem um pouco por todo o lado.

Maceróvia-pedunculada
Medronhero