Descrição

De tabuleiro horizontal, apoiada em arcos, a ponte de Cabaços, sobre o rio Paiva, foi construída em alvenaria de granito e apresenta um perfil medieval. Atualmente apenas se observa parte da ponte, fruto da degradação ao longo dos anos, tendo sido destruída grande parte dela numa cheia nos anos 60 do século XX. A ponte de Cabaços marca um cenário romântico e misterioso neste ponto do rio Paiva.

Ruína da ponte de Cabaços

Património Natural

O rio Paiva caracteriza-se pelas suas excelentes condições para a biodiversidade, apresentando diversas espécies de fauna e flora raras e protegidas. Podem-se destacar as belas libélulas macrómia e esmeralda ou o raro mexilhão-de-rio, que aqui encontram as condições ideias para o seu desenvolvimento. Por estas paragens passam também a discreta salamandra-lusitânica ou o sapo-corredor. A flora aqui presente é rica, podendo-se observar uma grande diversidade de espécies como a centáurea ou a endémica maceróvia-pedunculada.

Rio Paiva

Património Cultural

No rio Paiva, em Reriz, há um poço que em tempos era propriedade dos abades de Reriz onde estes pescavam abundantes trutas e outros peixes. Neste local, apenas com autorização os restantes habitantes podiam aí pescar. Também era neste pedaço do Paiva que os abades tomavam os seus banhos em trajes menores, longe dos olhares da população.

Centaurea
Macrómia
Sapo-corredor
Rio Paiva
Salamandra-lusitanica