Descrição

O planalto do Balsemão é um local onde a relação do homem com a natureza ao longo dos anos foi quase perfeita, resultando numa paisagem idílica onde se confunde o selvagem com o humanizado. No planalto é possível observar verdejantes lameiros, rodeados de muros edificados de forma geométrica, galerias ribeirinhas bem conservadas, carvalhais, assim como a impressionante área de turfeira, uma das mais importantes em Portugal. Esta simbiose permite a coexistência de uma diversidade de habitats, flora e fauna únicas, muitas delas protegidas em Portugal e na Europa, contribuindo assim para a classificação do Sítio de Interesse Comunitário (SIC) – Serra do Montemuro.

Borboleta-azul-das-turfeiras
Orvalhinha
Muro tradicional
Planalto do Balsemão
Rela

Património Natural

A relação entre o homem e a natureza no planalto reflete-se na presença de importantes espécies, possíveis de observar na Estação de Biodiversidade de Campo Benfeito. Exemplo disso é a rara borboleta-azul-das-turfeiras que, para completar o seu ciclo de vida, necessita de uma planta, de uma formiga, e da vaca. A sua lagarta alimenta-se da planta genciana, e é “adotada” por uma formiga que cuida dela no seu ninho durante o inverno, eclodindo no verão do ano seguinte. A genciana depende do pastoreio das vacas que vagueiam pelo planalto, para vingar. Relacionadas com estas zonas húmidas surgem também a arnica, a rela ou o lagarto-de-água. Junto ao rio Balsemão também é possível observar-se a orvalhinha, planta carnívora que se alimenta de pequenos insetos.

Património Cultural

Integrada na rede de Aldeias de Portugal®, Campo Benfeito apresenta um traço tradicional em granito, com um património arquitetónico e cultural valioso. Aqui está sediado o Teatro Regional da Serra do Montemuro, bem como as Capuchinhas, cooperativa de artesanato que produz peças de lã, linho e burel.

Arnica
Rio Balsemão
Lameiros de Campo Benfeito