Descrição

Encaixadas numa paisagem deslumbrante, as aldeias de Gondarém e Midões são dois locais de rara beleza, virados para o Douro. Estas duas aldeias típicas apresentam uma arquitetura tradicional com o predomínio do xisto testemunhando, de uma forma única, a presença do homem durante séculos nestas encostas junto ao Douro. Gondarém, localizada na meia encosta do rio Douro, com as suas pitorescas ruelas, apresenta uma visão invejável da paisagem duriense. A aldeia de Midões encontra-se junto ao Douro apresentando, igualmente, grande beleza devido à sua arquitetura e fantástica paisagem, destacando-se a vista para a imponente serra da Boneca, na outra margem do Douro.

Maceróvia-peluda
Medronheiro
Aldeia de Gondarém
Salamandra-de-pintas-amarelas

Património Natural

O vale do Douro apresenta uma paisagem única. Aqui, as florestas autóctones com domínio do sobreiro e do carvalho-alvarinho, intercalam-se com vestígios de algumas práticas agrícolas ancestrais, como é exemplo a vinha de enforcado – vinha para a produção de vinhos verdes. Neste ambiente, a diversidade de flora é grande, com o lódão-bastardo, o medronheiro e o pilriteiro a abundarem nestas encostas junto ao Douro. Também aqui persistem alguns endemismos, como a maceróvia-peluda – planta restrita ao noroeste da Península Ibérica – presente nas zonas mais pedregosas. Esta fantástica paisagem alberga também diversa avifauna, como o corvo-marinho-de-faces-brancas, o pica-pau-malhado-grande, o pisco-de-peito-ruivo ou o pintassilgo, bem como espécies de herpetofauna, como o lagarto-de-água, a salamandra-de-pintas-amarelas ou o sapo-comum. Destaca-se também na paisagem a serra da Boneca, na outra margem do Douro, e as suas impressionantes dobras quartzíticas formadas há mais de 400 milhões de anos, no fundo dos oceanos, testemunhando parte da história geológica da Terra.

Pintassilgo
Aldeia de Gondarém
Serra da Boneca
Aldeia de Midões